O Livro de Mórmon/Testemunhas/Espiritual ou literal/Só manipulados quando coberto por um vestido de reboque

< O Livro de Mórmon‎ | Testemunhas‎ | Espiritual ou literal

Revisão em 13h38min de 29 de junho de 2017 por FairMormonBot (Discussão | contribs) (Robô: Substituição de texto automática (-{{Articles Footer(.*) +))
(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)

Índice

Teriam as testemunhas dito que elas viram e tocaram as placas apenas quando cobertas por um tecido ou "casaca"?

FAIRwiki portal
Book of Mormon
Witnesses
3Witnesses small.png
FAIRwiki articles

Overview:


Three Witnesses:


View of the plates:


Eight Witnesses:


Other Witnesses:

FAIR Wiki Topical Guide
FAIR web site
FARMS web site
  • [Pending]
Additional reading
Other portals

ele foi perseguido, enquanto a caminho de casa, com as placas, por duas pessoas que desejavam obter a posse das placas para convertê-las em dinheiro. No entanto, ele fugiu para a casa, levando as placas consigo, embrulhadas em uma casaca. Ele não nos permitiu vê-las, pois informou que o anjo lhe dissera para não fazer isso, e ele estava determinado a obedecer estritamente dessa vez.

—Joseph Smith's brother William B. Smith, who was
not one of the Book of Mormon Witnesses, William Smith on Mormonism (Lamoni, Iowa: Herald Steam Book and Job Office, 1883), 5-19. Reproduced in Dan Vogel (editor), Early Mormon Documents (Salt Lake City, Signature Books, 1996–2003), 5 vols, 1:497.

∗       ∗       ∗

— William B. Smith, irmão de Joseph Smith, que não era uma das testemunhas do Livro de Mórmon, William Smith em Mormonism (Lamoni, Iowa: Herald Steam Book and Job Office, 1883), 5-19. Reproduzido em Dan Vogel (editor), Early Mormon Documents (Salt Lake City, Signature Books, 1996–2003), 5 vols, 1:497}}

∗       ∗       ∗

O pai sabia que seu filho estava dizendo a verdade. Quando as placas foram trazidas, elas estavam envoltas em uma casaca. Meu pai, em seguida, colocou-as em uma fronha. O pai disse: "Não podemos vê-las, Joseph?" "Não. Eu fui desobediente na primeira vez, mas pretendo ser fiel desta vez; pois estou proibido de mostrá-las até serem traduzidas, mas você pode senti-las". Nós as manuseamos e podíamos perceber o que eram.


"The Old Soldier's Testimony. Sermão pregado pelo irmão William B. Smith, na capela dos Santos, Detroit, Iowa, 8 de junho de 1884. Reportado por C.E. Butterworth," Saints' Herald 31 4 October 1884): 643-44. Reproduzido em Dan Vogel (editor), Early Mormon Documents (Salt Lake City, Signature Books, 1996–2003), 5 vols, 1:505.


Pergunta: será que uma das testemunhas do Livro de Mórmon realmente manuseou as placas, enquanto estas estavam cobertas por uma "casaca"?

William Smith, que não era uma das Três ou Oito Testemunhas oculares, descreveu ter manuseado as placas cobertas por uma "casaca", quando Joseph as trouxe do Monte Cumôra para casa.

É alegado por alguns de que pelo menos uma das testemunhas do Livro de Mórmon disse terem eles apenas tocado nas placas, enquanto estas estavam cobertas por uma "casaca", e que isso é evidência de que as testemunhas apenas imaginaram terem visto as placas, pois os mesmos acreditavam em “sexto sentido”.

Todas as declarações relativas às placas terem sido vistas cobertas por uma “casaca” vêm de uma mesma pessoa: William Smith. William era o irmão mais velho de Joseph Smith, mas ele não era uma das Três ou Oito Testemunhas do Livro de Mórmon. William, na verdade, descreve sua experiência quando Joseph trouxe as placas para casa, vindas do monte mais tarde conhecido como "Monte Mórmon" e, finalmente, "Monte Cumôra." Joseph envolveu as placas em uma casaca para evitar que elas fossem vistas. William foi autorizado a manusear as placas, enquanto elas ainda estavam envoltas na casaca.

Críticos da igreja empregam este argumento como evidência, sem revelar que este registro é, na verdade, de William Smith. Ao invés, tentam retratar a descrição de William do manuseio das placas como se tivesse sido de uma das Três ou Oito Testemunhas do Livro de Mórmon. Eles também deixam de contar-nos que Willian insistiu, na mesma declaração, que ele estava convicto de que Joseph não estava mentindo acerca das placas. William também descartou a hipótese de Spalding como autor do Livro de Mórmon por ser absurda.

A declaração de William Smith na verdade confirma que Joseph realmente tinha em sua posse algo que correspondia às dimensões, forma e peso das placas que ele dizia ter. Portanto, apesar de não ser uma testemunha direta, William é um instrumento que confirma a história de Joseph Smith.


William Smith (1883): “ele fugiu para casa, levando as placas consigo, embrulhadas em uma casaca. Ele não nos permitiu vê-las, pois informou que o anjo lhe dissera para não fazer isso”

Willian descreve o momento em que seu irmão, Joseph, trouxe as placas para casa pela primeira vez:

Durante estes quatro anos, passei meu tempo trabalhando na fazenda, e em diversas distrações dos jovens da minha idade na vizinhança. Eu era bastante rebelde e irreverente, sem prestar atenção à religião, razão pela qual recebi frequentes sermões de minha mãe e de meu irmão Joseph. Ele ocupou-se parte do tempo no trabalho na fazenda e parte do tempo na Pensilvânia, onde ele cortejou uma jovem senhora com o nome de Emma Hale, com quem se casou mais tarde.No final do tempo determinado, ele obteve as placas que foram indicadas a ele pelo anjo. Na história que está sendo divulgada, ele foi perseguido enquanto a caminho de casa, com as placas, por duas pessoas que desejavam obter a posse das placas para convertê-las em dinheiro. No entanto, ele fugiu para casa, levando as placas consigo, embrulhadas em uma casaca. Ele não nos permitiu vê-las, pois informou que o anjo lhe dissera para não fazer isso, e ele estava determinado a obedecer estritamente dessa vez; porque ele tinha desobedecido antes e foi obrigado a esperar por quatro anos antes que pudesse ter a posse das placas. [1]

Este relato de que eles não foram autorizados a ver as placas aplica-se somente a quando Joseph trouxe as placas para casa pela primeira vez. O pai de Joseph e dois de seus irmãos (Hyrum e Samuel) foram autorizados a ver as placas, e William afirma isso explicitamente mais tarde no mesmo registro.

William disse, após o trabalho de tradução:

Ele então mostrou as placas a meu pai e a meus irmãos Hyrum e Samuel, que foram testemunhas da veracidade do livro, traduzido destas placas. Foi permitido a mim erguê-las enquanto estavam dentro de uma fronha, mas não foi-me permitido vê-las, pois era contrário aos mandamentos que ele havia recebido.


William Smith (1884): “Quando as placas foram trazidas, elas estavam envoltas em uma casaca. Meu pai, em seguida, colocou-as em uma fronha. O pai disse:"Não podemos vê-las, Joseph?"

William Smith descreve como sua família não tinha permissão para ver as placas:

O momento de receber as placas finalmente chegou. Quando Joseph as recebeu, entrou e disse: "Pai, eu tenho as placas." Todos acreditaram que era verdade, meu pai, mãe, irmãos e irmãs. Um pai conhece seu filho. Os pais sabem se seu filho está falando a verdade ou não. A prova do pudim não está em mastigar a corda, mas em comer o pudim. O pai sabia que seu filho estava dizendo a verdade. Quando as placas foram trazidas, elas estavam envoltas em uma casaca. Meu pai, em seguida, colocou-as em uma fronha. O pai disse: "Não podemos vê-las, Joseph? "Não. Eu fui desobediente na primeira vez, mas pretendo ser fiel desta vez; porque eu estava proibido de mostrá-las até serem traduzidas, mas você pode senti-las." Nós as manuseamos e podíamos perceber o que eram. Elas não eram tão grandes como esta Bíblia. Poderia dizer se eram redondas ou quadradas. Poderia levantar as folhas desta forma (levantou algumas folhas da Bíblia diante dele). Pode-se facilmente dizer que elas não eram uma pedra, talhada para enganar, ou até mesmo um bloco de madeira. Sendo uma mistura de ouro e de cobre, elas eram muito mais pesadas do que a pedra, e muito mais pesadas do que a madeira. [1]


William Smith (1893): "Eu não as vi descobertas, mas as manuseei e levantei-as enquanto cobertas por uma casaca e julguei pesarem em torno de 30 quilos"

William Smith descreve as características físicas das placas:

Ir. Briggs, em seguida, entregou-me um lápis e perguntou ao Ir. Smith se ele já viu as placas que seu irmão obtivera, a partir das quais o Livro de Mórmon foi traduzido.
Ele respondeu "Eu não as vi descobertas, mas manuseei-as e levantei-as enquanto cobertas por uma casaca e julguei pesarem em torno de 60 libras. Eu posso dizer que elas eram algum tipo de placas e que estavam presas por anéis através da parte de trás. Seu tamanho era conforme descrito na história de minha mãe."
O Ir. Briggs então perguntou "Algum outro familiar as viu?"
"Sim," ele disse; "Meu pai e irmão Samuel as viram, assim como eu, enquanto estavam cobertas com a casaca. O mesmo o fizeram Hyrum e outros da família."
"Foi esta a mesma casaca que Joseph levou com ele especialmente para embrulhar as placas?"
"Não, era a mesma casaca que ele usava no dia a dia, tal qual os jovens costumavam usar."
"Você não teve o desejo de remover o tecido e ver as placas descobertas?" disse o Ir. B[riggs].
"Não," ele replicou; "pois o pai tinha acabado de perguntar se não seria permitido a ele vê-las e Joseph, colocando suas mãos sobre elas, disse "Não, tenho ordem de não as mostrar a ninguém. Se eu o fizer, transgredirei e irei perdê-las novamente." Alem disso, não queríamos que ele quebrasse os mandamentos e sofresse como havia acontecido antes."5
"Alguma vez você duvidou do testemunho de Joseph?" disse o Ir. Briggs.
"Não," foi a resposta. "Todos nós tínhamos a maior confiança no que ele havia dito. Ele era um jovem de confiança. O pai e mãe acreditaram nele, por que os filhos não acreditariam? Eu imagino que se ele tivesse inventado histórias sobre outras coisas nós teríamos duvidado de suas palavras sobre as placas, mas Joseph era um jovem de confiança. O fato do pai e mãe acreditarem em seu relato e sofrerem perseguição por isso [p.512], mostra que ele era de confiança. Não, senhor, nunca duvidamos de sua palavra nem por um minuto." [3]

William novamente insistiu que, apesar de nunca ter visto as placas, ele e os outros estavam convencidos de que Joseph as possuía. Ele fala que as futuras testemunhas (Hyrum, Samuel e seu pai) veriam através do tecido—mas apenas quando Joseph trouxe as placas para casa da primeira vez. Ele inclui a si mesmo e o resto da família neste grupo. Ele não falava a respeito da experiência das Três e Oito Testemunhas.

Notas

  1. "The Old Soldier's Testimony. Sermon preached by Bro. William B. Smith, in the Saints' Chapel, Detroit, Iowa, June 8th, 1884. Reported by C.E. Butterworth," Saints' Herald 31 4 October 1884): 643-44. Reproduced in Dan Vogel (editor), Early Mormon Documents (Salt Lake City, Signature Books, 1996–2003), 5 vols, 1:505.